Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

No limite do tédio

Tento evitar a melancolia da tarde cinza que se aproxima
Quero mesmo é fugir desse mundinho de quatro paredes
Pra ficar perto de lugar nenhum

Precisava de asas, precisava gritar
Mas aqui estou eu nessa quietude mortal
Na "atoíce" do fim de tarde
Esperando a noite chegar...

E a lua nem vai brilhar hoje
E o silêncio dos carros na rua...
E eu aqui vou ficar
Esperando a noite passar...

E na outra manhã cinzenta
Sem calor, nem minha alma agüenta
Vem tédio, se afoga em mim
Acaba, demorou esse fim
Lua Minguante
Enviado por Lua Minguante em 28/07/2005
Código do texto: T38469

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lua Minguante
Mococa - São Paulo - Brasil, 26 anos
53 textos (9867 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 13:54)