Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MINHAS LÁGRIMAS

       (Sonetos)

            I
Quando eu me encontro sózinho
Que tristeza meu coração sente
Choro no íntimo de mansinho
Derramo uma lágrima quente.

Lágrima exprimindo tristeza, dor,
Que sai do meu íntimo profundo.
Pranteio a perda de um amor
Que me deixou sózinho no mundo.

Lágrimas vertidas ás escondidas,
São minhas esperanças perdidas
No imenso mar desta tortura.

Foram declarados sentimentos!
Hoje estou vendo nos meus tormentos,
Que era apenas uma loucura.

            II
Porquê meu Deus tudo sai errado?
Porquê a felicidade é sonho vão?
Porque é que eu amo sem ser amado?
Porque me trai sempre o meu coração?

Porém que adiantam, as lástimas.
Toda a culpa é minha bem sei.
O que atenua as lágrimas
Foi o tempo feliz que eu passei.

Nesse tempo andava cantando.
Hoje passo os días chorando
Quentes lágrimas pranteadas.

Sonho e quimeras acabaram.
Do bom que eu passei só ficaram
Tristes lágrimas amarguradas!

 

 

 
 
 
Victor Alexandre
Enviado por Victor Alexandre em 31/07/2005
Código do texto: T39091
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Victor Alexandre
Bélgica, 72 anos
274 textos (86488 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:41)
Victor Alexandre