Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Excessos

Sempre sem saída
Vejo a vida viva
Enquanto conto
Minha mente morta

Como como, ninguém mais.
Saboreio sem gostar
a imagem a enterrar
a pensar em zarpar,
da vida, como um cais.

Rapaz
Não questione
Não racionalize
Seja sagaz

Viva a vida
ache a saída
aposte por ela
E, então, sorria.
leandroDiniz
Enviado por leandroDiniz em 15/08/2005
Código do texto: T42681
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
leandroDiniz
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 34 anos
260 textos (273077 leituras)
3 e-livros (430 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 05:42)
leandroDiniz