Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A LEI DO ACASO

Aquele que é par,
mora num corpo escorregadio,
nos erros do livre arbítrio,
na caixa das provações...

Atrai por vaidade,
seduz com orgulho,
nem chora a consciência
e todas as culpas,
da fria realidade...


É lua, sombra, sal,
mas veste-se de sol,
enganando assim as almas,
daqueles que enxergam...
só visual!


Aquele que é par, deduzi...
veio por acaso,
morar na minha intuição.
Depois concluí...teria que vir,
teria que ser e seria,
o ruim da minha lição...
O mal que vem p'ra trazer
evolução!


Ergo-me da queda
dolorida, intimidada,
mas, capaz de reconhecer...
Que o acaso é sempre lei,
que o efeito é sempre fato
e nada se colhe,
se Deus não quiser!

       
Suzette Rizzo
Enviado por Suzette Rizzo em 18/08/2005
Código do texto: T43474

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Suzette Rizzo
São Paulo - São Paulo - Brasil
83 textos (2007 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:33)
Suzette Rizzo