Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OS DEGRAUS DA VIDA

SE VOCÊ ME DER ADEUS
FIQUE MUDA
PELA ETERNIDADE
A MINHA FELICIDADE
MORRE CALADA
SÃO QUE NEM OS DEGRAUS DA VIDA
E ETERNOS
NÃO VEJO O FIM DA ESCADA
SÓ SEI QUE TENHO QUE SUBIR
SUBO TODOS OS DIAS
PARA VER OS SEUS OLHOS
ESSES OLHOS QUE NÃO CONSIGO
VER OS BRILHOS DELES
COMO O SORRISO SEU
DIGA MEU DEUS
PORQUÊ ESTA DIFICULDADE DE SUBIR
OU MANDASTE UMA CRUZ PESADA QUE NEM A SUA
O QUE EU FIZ EM VIDAS PASSADAS?
PARA PAGAR O QUE ESTOU PAGANDO
OU PARA SABER O GOSTO DO AMOR?
DA PAIXÃO
DOS CARINHOS
ABRAÇOS
BEIJOS
QUERO DESCOBRIR OS MEUS DESEJOS
ONDE ELES ESTÃO?
ATRÁS DA LUA?
OU NO OUTRO LADO DA RUA?
ONDE SE ENCONTRA ESSE AMOR?
SEI QUE NÃO É FÁCIL ACHAR
ME MANDASTE UMA TAREFA DIFÍCIL DE CUMPRI-LA
MAS SEI QUE ESTÁS AO MEU LADO ME GUIANDO
POR ISSO CONTÍNUO
CAMINHANDO
Milton Nunes Fillho
Enviado por Milton Nunes Fillho em 28/08/2005
Reeditado em 11/09/2005
Código do texto: T45808
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Milton Nunes Fillho
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 55 anos
1141 textos (460248 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:24)
Milton Nunes Fillho