Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Restos

Enquanto eu só consigo ver sua perfeição
Você só enxerga os meus defeitos
Você tem sido a luz da minha vida
E eu passo os meus dias sendo a sua sombra
Vivendo num mundo de sonhos
Por vezes me imagino nos seus braços
Amando-te na rua
Ou no perfume que paira sobre o ar
Te idealizando, te inventando
E penso, o que será ter o seu amor?
Chego ao ponto de invejar
A água que mata a sua sede
Pois ela tem o prazer de sentir o calor da sua saliva
Me contento com réstias de sua atenção
Com sobras do teu amor
Contra o rio de chuva
Nadando contra
E esperando o teu chamado
Um sorriso seu, qualquer gesto sereno
Iludir o meu mundo pequeno
Chamam de inocência ou tolice
Quem seria capaz de julgar?
Justo e o injusto
A maldade, a pureza
Onde os restos de ninguém
Formam o sonho de alguém.

Beth Jardim
Enviado por Beth Jardim em 29/08/2005
Reeditado em 19/01/2010
Código do texto: T45947
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Beth Jardim
Taguatinga - Distrito Federal - Brasil, 35 anos
152 textos (17022 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:08)
Beth Jardim