Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Até Amigo

Como falar de uma pessoa
Que conhecemos e
Que durante anos convivemos?
Sempre um sorriso aberto
Um olhar atento certo
Palavras repetidas de estimulo.

A saudade misturada com lembranças
De tempos, de olhares, de sorrisos
Que ficarão no coração contido
Que por mais que a vida passa
Jamais se apaga.

Sei que um vazio abre
Uma perda inreparável
Uma voz que se cala
Diante a multidão
abrindo uma lacuna
Extensa em meu coração.

Mas que fazer? Diante a morte?
Apenas acreditar
Que não é o fim
Que em algum lugar
Lá estará ele sorrindo pra mim.
Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 19/09/2005
Reeditado em 19/09/2005
Código do texto: T51764
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Ataíde Lemos
Ouro Fino - Minas Gerais - Brasil, 51 anos
5265 textos (1218797 leituras)
5 e-livros (11751 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 16:37)
Ataíde Lemos

Site do Escritor