Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

eternamente

    devagar foste chegando,
  como quem não quer nada,
  foste me conquistando.
 e meu coração tão indefezo,
  cheio de ilusão,
  fui te amando...
 foram anos de amor e paixão,
 mas,derrepente foste afastando,
    me esqueceste talvez?...
        não sei...
este amor que chegou devagar.
ainda esta em meu coração.
  e quem sabe um dia..
nas estrelas mais belas do universo,
  onde não haja maldade e orgulho.
  a gente possa se amar,
      eternamente.....
elisabete bertaia
Enviado por elisabete bertaia em 21/09/2005
Código do texto: T52341

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
elisabete bertaia
Piracicaba - São Paulo - Brasil, 56 anos
31 textos (2352 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 16:11)
elisabete bertaia