Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Recordações



Só recordações restaram e a vontade
Do beijo celado na madrugada de amor...
Da vida jorrando, só eu e você, nós dois,
Dois galhos amararrados, numa só flor...

Quimeras, sonhos loucos de dois idiotas,
Que os espinhos sem dó alguma feriram,
Peitos dilacerados, abertos, indefesos...
Que frágil ninho nas nuvens construiram

Só recordações nos restaram e lágrimas
Regando, afogando todas as promessas,
Nossa fantasia rasgou, o brilho desbotou,
Um raio de imenso orgulho nos atravessa,

Sou uma parte lembranças... outra raiva
De mim, da vida, da hipocrisia, do mundo!
Amor não acaba, mas desprezado se perde,
Grito socorro e você acomodado fica mudo!

Não me defendo, não direi a verdade jamais,
Não mereço sua crença, o amor não valeu a pena,
Então vai, faça a sua justiça, malvada, injusta...
Partirei na certeza de que quem ama não condena!
Mary Trujillo
Mary Trujillo
Enviado por Mary Trujillo em 03/10/2005
Código do texto: T56016

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mary Trujillo
São Paulo - São Paulo - Brasil
387 textos (25776 leituras)
41 áudios (1840 audições)
8 e-livros (1171 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 10:57)
Mary Trujillo