Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fui Uma Louca, Demente!


 
Demente, fui uma louca, demente!
Esqueci de mim, me deixei levar
Para o vazio acompanhar, amargar,
Arrastei-me, me deixei ferir, quebrar...
 
Demente... como fui demente!...
O nunca era tudo o que eu tinha...
Eu sem querer entender, aceitar...
Mentia pra mim mesma... mentia!
 
Demente por não ouvir ninguém!...
Por acreditar em contos e milagres,
Por chorar só... sem necessidade...
Por sonhar e morrer de ansiedade...
 
Demente, demente, fui uma demente!
Por querer o irreal, o que jamais teria...
Ah, como fui tola, imbecil, demente!...
Deixei o amor ficar, desatino, covardia!
 
Demente... idiota, fraca, carente...
Aceitei migalhas pisadas, esmola...
Beijos gelados, abraços distantes...
Demente, sombra do que fui outrora!
 
Demente, Demente, não me amei
O quanto devia amar, o suficiente...
Inebriada prossegui, tentei, temei,
Amei... amei de mais, fui demente!
Mary Trujillo
03.08.2005
Mary Trujillo
Enviado por Mary Trujillo em 03/10/2005
Código do texto: T56025

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mary Trujillo
São Paulo - São Paulo - Brasil
387 textos (25776 leituras)
41 áudios (1840 audições)
8 e-livros (1171 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:13)
Mary Trujillo