Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poeta, ah poeta!...

Poeta, ah poeta!... - Sua poesia
Chora, sem porvir, sem aurora!...
Cala a voz do sonho e chora...
Deixa a alma vagar sumir lá fora...
 
Amar e ser amado é só em poesia,
Poeta é um expectador do alheio amor.
Vagabundo, errante e mau entendido...
Rabiscando em filetes de sangue sua dor...
 
Visionário, construtor do impossível,
Obstinado, apaixonado, ardoroso...
Caçador na escura selva do peito...
Dilacerando o coração a ferro e fogo!
 
Poeta repousa a pena agora,
As tintas coloridas secaram...
Não há céu para pintar, nem luz,
Apenas uma alma em frangalho.
 
Seus versos morreram à míngua,
Chegou a hora da cruel despedida,
A lua já não inspira suas poesias...
Da enorme paixão, só restou desdita!
Mary Trujillo
06.09.255
Mary Trujillo
Enviado por Mary Trujillo em 03/10/2005
Código do texto: T56034

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mary Trujillo
São Paulo - São Paulo - Brasil
387 textos (25776 leituras)
41 áudios (1840 audições)
8 e-livros (1171 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 18:11)
Mary Trujillo