Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A morte do escritor

A MORTE DO ESCRITOR.






COMO ROTINA SEMPRE TEVE UMA CANETA NA MÃO,
COM ESTA FAZIA MARAVILHAS.
CHEGANDO Á GANHAR PRESTÍGIO NO EXTERIOR.
SENDO CONHECIDO COMO “O GRANDE ESCRITOR”,
QUE TANTAS VEZES ENCHIA OS OLHOS DOS LEITORES
DE LÁGRIMAS OU OS CORAÇÕES DE AMOR.
COM DINHEIRO E UMA BELA MULHER: LEVAVA
A VIDA, ESTA BEM CONHECIDA.
TENDO SEMPRE GARANDES CRÊONICAS, AS
COLOCAVAM EM UM PAPEL, QUANDO A PROCURA
DE SUA CANETA PREDILETA, ENCONTROU UMA
FOLHA AMAÇADA: COMTENDO AS SEGUINTES
PALAVRAS ESCRITAS POR SUA AMADA:
“CONTIGO APRENDI QUE O AMOR É ETERNO, POR ISSO”.
NÃO SEI EXPLICAR COMO O MEU NÃO FOI POR TI.
DESTA FORMA RESOLVI PARTIR SEM DESPEDIDAS,
“NUNCA QUIS TE VER CHORAR.”
EM SEUS OLHOS NÃO HAVIA LÁGRIMAS,JÁ ESTAVAM
FEICHADOS, LOGO QUE LEU A ULTIMA PALAVRA.
SEU CORPO JÁ CAÍDO NÃO MAIS RESPIRAVA:
NO DIA SEGUINTE OS JORNAIS PUBLICARAM:
“A MOTE DO ESCRITOR”
QUEM O MATOU?
- SUA AMADA.
- O QUE USOU ?
- O QUE ELE MAIS USAVA,
PAPEL E CANETA!

Jane Krist Coffee
Enviado por Jane Krist Coffee em 06/10/2005
Reeditado em 15/10/2008
Código do texto: T57255

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Jane Krist Coffee). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Jane Krist Coffee
São Paulo - São Paulo - Brasil
503 textos (67733 leituras)
1 e-livros (1205 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:25)
Jane Krist Coffee