Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CADÁVER DESOLADO

MEU CORPO NÃO TEM MAIS VIDA
É SÓ CARNE DESTINADA A APODRECER
MINHA POBRE ALMA ESTÁ PERDIDA
SABENDO QUE NÃO IRÁ RENASCER

TODA A MINHA SAÚDE
AGORA DE NADA ADIANTA
E A MINHA JUVENTUDE
SERÁ APENAS UMA JANTA
PARA OS VERMES DO SUBSOLO
É TÃO TRISTE ESTAR ASSIM
EU JÁ NÃO ME CONSOLO
COM MEU PRÓPRIO FIM

EU DEVIA TER SIDO CREMADO
PARA NÃO SER COMIDO
AGORA QUE ESTOU ENTERRADO
MEU POBRE CORPO ESTÁ PERDIDO.
pedro carmo
Enviado por pedro carmo em 11/10/2005
Código do texto: T58636
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
pedro carmo
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 34 anos
172 textos (5174 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 19:04)
pedro carmo