Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto do eu

Onde esta sua roupa?
trapos em carne crua,
não encondem poupa,
de quem se veste nua...

Libertina não é da vida,
em que esconde falsa prudência,
podre sutura na ferida,
transparece sua decadência.

Apenas mais uma de muitas,
aventuras curtas,
na próxima quem sabe.

é hora do desencarnar,
só mais um supiro,
da próxima quem sabe, reencarnar...

Gustavo Fernandes
Enviado por Gustavo Fernandes em 11/10/2005
Código do texto: T58899
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gustavo Fernandes
Olinda - Pernambuco - Brasil, 34 anos
55 textos (2017 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 07:41)
Gustavo Fernandes