Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Sombra

Acabaste tua melodia,
e não tens mais coragem,
de acabar com tua vida vadia,
e sair da infértil pastagem

Recosta-se em uma rocha,
mais duro é seu seio,
que o medo afrouxa,
e te alimenta o receio.

Sentes então o respingar salgado,
De aguas gélidas nas costas,
e um mal-conforto desassolado
de quem vai ser servida em postas.

De que adianta expor o corpo?
e pedir piedade a Cassandra...
só mais um evento torpo;
onde que te acaricía é vossa sombra.

Gustavo Fernandes
Enviado por Gustavo Fernandes em 11/10/2005
Código do texto: T58903
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gustavo Fernandes
Olinda - Pernambuco - Brasil, 34 anos
55 textos (2018 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:36)
Gustavo Fernandes