Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Caçada

Saio em busca,
Saio a procura,
Na vida intrusa,
vadia loucura.

Muitas vielas,
incontavéis becos.
Mais algumas favelas
morte em algum gueto.

Onde estará,
como achar,
como chegar lá.

Uma incertaza me faz parar;
é hora de pensar...
então lembro-me, não sei o que procurar...

solidão, vazio, nada, mas até o nada é alguma coisa não é mesmo?


Gustavo Fernandes
Enviado por Gustavo Fernandes em 11/10/2005
Código do texto: T58904
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gustavo Fernandes
Olinda - Pernambuco - Brasil, 34 anos
55 textos (2018 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 20:37)
Gustavo Fernandes