Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Velha ferida

Sangra ainda em mim uma velha ferida
de um flagelo sem culpa e sem martírio.
Apenas uma chaga insistente,
uma dor inclemente no meu peito
e um desejo de escapar desse delírio
em que me sinto assim dilacerado
sem saber direito o que há de ser,
sem saber por que eu sou culpado,
sem saber, sem saber, sem saber...
Poeteiro
Enviado por Poeteiro em 18/10/2005
Código do texto: T60652
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeteiro
Santos Dumont - Minas Gerais - Brasil
440 textos (10789 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:51)
Poeteiro