Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Em qual verdade você vai crer?

Veja bem em quem vai acreditar.
Falei a verdade!
Mas ninguém quis escutar.
Assim vi que havia iniqüidade.

As vezes acreditava que nada iria adiantar.
Argumentei, expliquei e a todos tentei convencer.
Mas cadê a atenção de quem podia me ajudar?
Pareceu-me que naqueles rostos só existia o deboche.

No meu rosto o passado lançado para me desmascarar.
Mesmo que meus pecados, de tão antigos, nem eu lembrasse.
Aquele povo só pensava e porfiava por me desacreditar.
Sempre que lembro, o meu coração geme!

Contava a verdade, dentro da profunda verdade, e nada!
Vinha outro, logo em seguida, contava outra verdade.
Então, nesse todos corriam para como justo o declarar.
Desesperado, gritava: o que fazer para dessa gente me defender?

Gritava: fui traído! Todos me olhavam e só escutava gargalhadas...
A destruidora chorava... Contava mentiras e todos só queriam crer...
Que agonia! Que dor! Todos murmuravam e diziam: ele é como nada.
Lutava, mas não suportava, então me dizia: para bem longe, foge!

A dor era minha única companheira.
A solidão vinha. Estava desamparado, acuado e dos meus muito longe.
A fé era minha única sorte e já começava a operar.
Olhei para o céu, lembrei-me de Deus. Sabia que existia milagre!

Todos estavam contra mim, mas eu me dizia: a esperança vai frutificar.
Olhava para todos os lados, quem poderia me socorrer?
Lembrei-me do Salmo 121: Deus vai me salvar!
A fé não chegou em vão, pois vi a força nascer.

Ainda hoje eu pergunto a quem quiser falar.
Em qual verdade você vai crer?
Na mentira maquiada em verdade que a todos agrada?
Ou na verdade singela, que unicamente espera a fé nascer?

Graças a Deus! A mentira sempre sofre a derrota!
O tempo me fez sofrer, mas também aprender...
A fé desvaneceu por um tempo, mas surgiu com força!
Agora, respiro fundo, alivio sinto, para com verdade te convencer.


Jair de Oliveira
Enviado por Jair de Oliveira em 25/08/2007
Reeditado em 08/09/2007
Código do texto: T622718

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jair de Oliveira
Corumbá - Mato Grosso do Sul - Brasil, 57 anos
154 textos (6681 leituras)
3 áudios (85 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 17:47)
Jair de Oliveira