Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ALMA SERTANEJA

Por causa da sequidão
Eu deixei o meu sertão
Pra viver na cidade.
Lá não chovia mais,
Aqui chove demais
Até parece maldade.

Mas que adianta chover
Eu não tenho nada pra colher
Só no boteco da esquina!
Sem casa pra morar,
Sem terra pra plantar,
Vou cumprindo a minha sina.

Ainda tenho no coração
Esperança de montão
Pro meu sertão retornar.
Vejo que ao longe relampeja
E minha alma sertaneja
Sonha um dia voltar.

Aqui ninguém conhece ninguém,
Enquanto este dia não vem
Vou vivendo de tristeza.
Tudo que eu tinha acabou,
Mas comigo ainda ficou
Esta alma sertaneja.
Carlos Melgaço
Enviado por Carlos Melgaço em 28/08/2007
Código do texto: T627663

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos Melgaço
Vitória da Conquista - Bahia - Brasil, 59 anos
1147 textos (33630 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 03:11)
Carlos Melgaço