Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mea culpa

Quantas vezes olhamos pro nada!?
Quantas vezes buscamos o tudo!?
Quantas vezes estendemos as mãos vazias!?
Quantas vezes somo o frio do amanhecer, e tristeza da madrugada!?
Enumeras vezes os olhos da alma busca no sentido da visão o que não podemos ver.!Enumeras vezes o som da inconciência nos alerta, mas seres impassìveis que somos, não temos a faculdade de entende...
E assim não passamos de um ser na beira do nosso próprio caos, por cego ser!

Cláudia Franco
lindamulher
Enviado por lindamulher em 29/08/2007
Reeditado em 31/08/2007
Código do texto: T630005
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cláudia Aparecida Franco de Oliveira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
lindamulher
Itirapina - São Paulo - Brasil, 58 anos
1582 textos (131000 leituras)
3 áudios (323 audições)
4 e-livros (305 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 07:13)
lindamulher