Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A harpa dos mortos

Doce música, tristeza desarmônica
Ressoa nos ossos baços uma suave
Monotonia... arpejos de vã clave
É como uma historinha mais romântica...
— Adeus...

As caveiras sem vida sem uma lágrima
Sem calor algum, mais nenhum desejo
O lamentar humano aqui eu vejo
Todo morto após cair a velha cisma
— Adeus

E quero contar túmulos famintos
Com mil bocas vermis, velhos meninos
A sua miséria nestes pequeninos
Seres que são mais que teus velhos mitos.
— Adeus.
Fabio Melo
Enviado por Fabio Melo em 02/09/2007
Código do texto: T635870

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fabio Melo
Santo André - São Paulo - Brasil, 33 anos
799 textos (266920 leituras)
6 áudios (1647 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 13:26)
Fabio Melo