Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Padecer (Não Vês que padeço?)

 Não Vês que padeço?
A cada suspiro deslumbrante
Que a alcova noturna
Me mostra.

Sabeis, é inverno.
O pouco frio cobre os dias
Junto á aqueles tortuosos pensamentos;

Minhas noites turvam
As desesperanças que se curvam
Junto ao remo que seguro
E navego no barco da desilusão,

Estou em um navio
Sem porto, sem cais,
Não há anjo, não há amigo.
Diante o vaporoso ar todos se afastaram...

Então, Não vês que padeço?
Chama-me do que quiser,
Apenas entenda que das lembranças afago.
E dos dias faço-os meus últimos
No meu suicídio privado, lento e pessoal.
Morrendo de dentro pra fora
Padecendo a cada amanhecer.

(Rafaela Duccini - 29/8/2007)
R Duccini
Enviado por R Duccini em 06/09/2007
Reeditado em 31/10/2007
Código do texto: T640963

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
R Duccini
Paracambi - Rio de Janeiro - Brasil, 25 anos
352 textos (25936 leituras)
2 e-livros (115 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 18:53)
R Duccini