Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
APENAS OLHARES


Nossos olhares...
Focos reluzentes,
Cruzando os ares.

Desejos impares,
Incandescentes,
Além dos nossos olhares.

Amplidões irregulares,
Olhares carentes,
Oceanos sem mares.

Nossos olhares...
Agora, tristes, ausentes,
Não foram elementares.

Restaram pesares,
Canteiros sem sementes,
Templos sem altares.

...Pobres olhares!


DELEY
Enviado por DELEY em 08/09/2007
Código do texto: T644358

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
DELEY
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
4964 textos (187822 leituras)
4 e-livros (1657 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 16:51)
DELEY