Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ame-me

Luzes e lustres iluminam, uma noite cinzenta
dessas variáveis, incansáveis;
distúrbios e medos não me faltam;
me cegam, não me deixam enxergar mais alto;
antes, meu coração ama
ama a lama de seu corpo imundo,
ama a alma e a alma ama e me chama
chama de maluco
chama a chama e acende o fogo
fogo que queima e teima em apagar
apaga e ascende sem parar
não me beije, não almeje
apenas seja assim todo o ano
seja você e esteja em você
ame-o e ame-a, e ame alguém também
pois isso ninguém vive sem
sonhe e deseje viver
e ver como se vive sem ver
ao menos saiba que
saber não me interessa
e viver é o que me resta
me deixe, nào se queixe
apenas lembre-se do meu amor
amor de louco, amor pouco
amor, amor, amor
amor de sujeito sem nada
ou com muito pouco
ame-me e me ame
sempre que te chame
ame-me e amém
Tiago Cadena
Enviado por Tiago Cadena em 10/09/2007
Código do texto: T646840
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tiago Cadena
Jaboticabal - São Paulo - Brasil, 31 anos
39 textos (1061 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/08/17 08:19)
Tiago Cadena