Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Solitude



Na jabuticabeira florida
abrigou-se um pássaro ferido.
O perfume que ela exalava
embriagava, deixando-o entorpecido.

No quintal ninguém mais havia,
apenas eu, que em silêncio lia,
a brisa da tarde me fazia companhia
e senti em mim a solidão que o pássaro sentia.

Devagarzinho me aproximei,
fiz das minhas mãos um pequeno ninho,
arredio e com medo, tentava voar,
mas, se rendeu, enfim, ao meu carinho.

Tal qual esse pássaro, a minh'alma está ferida.
Sem jabuticabeira para pousar...
sem galho algum nessa vida
onde eu possa descansar...





TRANSPARêNCIA
Enviado por TRANSPARêNCIA em 16/09/2007
Reeditado em 09/08/2011
Código do texto: T655065

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Suavidade). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre a autora
TRANSPARêNCIA
Campinas - São Paulo - Brasil
732 textos (39468 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 00:54)
TRANSPARêNCIA