Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um apreço ao menos

Escrever na penumbra
em uma noite agora triste...
me sinto um intruso
nessas verdades que nada me dizem.
À luz da lua, tímida,
que me cega,
que me consola,
me sinto pedindo esmolas
ao coração que de mim
se aproxima.
E, amor,
essa contaminação cardíaca,
não quer infiltrar-me
por meio naturais.
Seria nostalgia;
simplesmente dor?
Ou nada mais???
A fraqueza é forte.
O sol, um recomeço.
A tragédia, um troço.
E eu já nem sei meu endereço.
O luar... só um apreço.

Dil Erick
Enviado por Dil Erick em 18/09/2007
Código do texto: T657442
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Dil Erick
Macapá - Amapá - Brasil, 30 anos
326 textos (14240 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 09:53)
Dil Erick