Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Escuridão

Eu tento transcrever os meus pensamentos
Que por brumas vagueiam
Como ideogramas as letras surgem
Tento descifrá-las

Hoje prefiro ouvir a falar
E mesmo assim o silêncio é um prazer
Tudo quanto quis está aqui tão perto
Mesmo assim impossível de se alcançar

A alma está corrompida pelo desejo da solidão
O coração bate à procura do nada
Cada respirar é um sofrimento que intoxica

Por onde anda Vida?
Porque me deixastes órfão das tuas vontades?

Ser eu é ser meu próprio inimigo
Estar comigo é andar pelo vale da sombra

Escuridão...
Maldito este momento de loucura humana!

Pelo menos alguém me sussurou:
"Surpresa! Você está morto"
Morto nas minhas vontades
Apodrecido.

Minha caixa de Pandóra está aberta
Alguém feche-a por favor
Marcel
Enviado por Marcel em 31/10/2005
Código do texto: T65914
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcel
Curitiba - Paraná - Brasil, 43 anos
100 textos (7099 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 20:46)
Marcel