Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Decaído

Oh! Doce anjo não chores por mim
Pelo caminho traçado não posso voltar
As sombras que vivem em minha mente
Me aprisionaram onde o sol jamais desperta

A solidão de minha alma poderá ser consolada?
O murmúrio do vento me diz que não

Por mais que eu clame
Aos céus não posso voltar
Condenado por meus pecados
Vagarei solitário

Meus erros, minhas lágrimas não poderão reparar
A culpa que carrego, minha única companheira

Contemplo o céu à noite, sinto-me distante do lar
Mas minhas asas não me levarão até lá novamente
Lágrimas, tornam-se um lago de gelo
Marcado pelo sangue, onde não há perdão

Maldito seja este estigma que carrego
Nada mais causa além da dor

Vagarei por um deserto que eu mesmo criei
Em busca de uma flor, que me lembre que um dia
Poderá haver vida onde hoje só há trevas
A rosa que nunca foi encontrada

A única coisa da qual da qual desejarei lembrar
W Nophelim
Enviado por W Nophelim em 21/09/2007
Código do texto: T662131

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
W Nophelim
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 29 anos
109 textos (4862 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 11:33)
W Nophelim