Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Último Suspiro de Deus

Mecânica quimera, sepultura
De meus finados sonhos de menino
Quando era eu tão baixo, pequenino
Quando tinha um livro de gravura.

E desenhei um ser; chamei humano
Ofereci remédio, não a cura
Para meus malefícios, p’ra loucura
Foste a mim um rascunho, um mero engano.

Hoje agonizo, choro de saudade
Queria não esperar tua caridade
Pois estou senil, velho, com idade

Para te confessar minha maldade
E o rosto te mostrar, identidade
A apagar-se de ti, peço piedade...
Fabio Melo
Enviado por Fabio Melo em 25/09/2007
Código do texto: T667239

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fabio Melo
Santo André - São Paulo - Brasil, 33 anos
799 textos (270623 leituras)
6 áudios (1651 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 17:18)
Fabio Melo