Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ilha de cimento

Chove pouco
o suficiente
para me entristecer
penso num monte de gente
que tem com quem dizer
coisas sobre a chuva que cai

Abraçados na sala,com televisão
e eu rimando com solidão
coisas como paixão e desilusão
esperando que alguém goste
que alguém me agradeça
uma luz no fim do poste
que ilumina minha cabeça

cabeças cheias de fantasmas
que é a droga dos derrotados
pela realidade do dia a dia
chove e eu estou aqui trancado
ela vai se seca
e tudo continua como antes

minha mente peca
com pensamentos distantes
estuprando uma boneca
que era virgem a poucos instantes.
pedro carmo
Enviado por pedro carmo em 05/11/2005
Código do texto: T67566
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
pedro carmo
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 34 anos
172 textos (5174 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 16:00)
pedro carmo