Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SÓ UMA PEDRA

Ai, de ti pedrinha que bobeia.
Como ousas iludir-te e sonhar?
Imaginas-te igual à sereia
E, aspiras à imensidão do mar.

Como podes assim te iludir
Oh, pedra escandalosa e triste
Não vês que urge o te polir
Onde reside esse sonho que viste?

Aquela rocha está de ti a gargalhar
E, não passas de vil película
Exposta e fácil de descartar
Como pode uma simples pedra ridícula
Em mar ou montanha se transformar?

Esse grito que hoje te corre na veia
Será mais um motivo pra sofrer
Antes mesmo da primeira ceia
Num precipício cais pra morrer.
Tânia Regina Voigt
Enviado por Tânia Regina Voigt em 01/10/2007
Reeditado em 11/04/2009
Código do texto: T675886

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome da autora). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tânia Regina Voigt
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil
1026 textos (48156 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 14:51)
Tânia Regina Voigt