Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

novamente amor

novamente amor
estou aqui
tanta tristeza voce me fez passar
como dói amar
eu como o mais belo pássaro
dava-te as mais belas flores para voce sentir o perfume dos amores.
onde canta o sabiá
é pra lá que eu vou
porque aqui eu não tenho amor
deletei teus desejos
por meus beijos
deletei teu sorriso
foi só um improviso
deletei tua imagem
mas não tive coragem
de deletar a nossa vida
porque mas cedo ou mais tarde
vou embora para parságada
lá eu não tenho sofrimento
lá eu não tenho rancor
lá eu só tenho paz e amor
como num delírio angelical
voce trocou o bem pelo mal
chegou a hora de voce pagar os pecados no dia do juízo final
até o teu simples olhar
prejudica-me
adeus...
novamente amor
o teu ódio e a tu tristeza me cegou.
Profeta do Amanhã
Enviado por Profeta do Amanhã em 01/10/2007
Reeditado em 25/04/2008
Código do texto: T676230
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Profeta do Amanhã
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil, 32 anos
3823 textos (123788 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 04:53)
Profeta do Amanhã