Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESSA MULHER-MENINA


   Minha filha tão sofrida,
   Minha doce amiga.
   Minha menina de outrora,
   Que quando nasceu, a Deus agradeci.

   Hoje é essa mulher magoada,
   Tão bondosa e tão despida
   De interesses outros, que não sejam,
   Satisfazer necessidades alheias.

   Revoltada, não sei se seria
   A palavra acertada,
   Para essa mulher tão carente,
   Que aqui vejo na minha frente,
   

   Outrora  a ternura em pessoa,
   Linda, até hoje é,
   Porém os percalços da vida...
   Deus a auxiliará.

   Rogo ao Pai todos os dias,
   Que a ela dê um destino
   Melhor e mais acertado.
   Que seu caminho modifique,
   Pra que não sofra tanto!
marlene andrade reis
Enviado por marlene andrade reis em 06/11/2005
Código do texto: T67911
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
marlene andrade reis
Taguatinga - Distrito Federal - Brasil
250 textos (12508 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:44)
marlene andrade reis