Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TRISTEZA

Por que as coisas não são como elas devem ser?
Que mundo meu triste...
Meu coração!
Por que tanto sofrer?

Muitas coisas em mim mudaram,
O corpo, a mente e a alma.
O sentimento destroça como o mesmo.
Feito fim de espetáculo.

Nada mais que de repente
Sem sentido eloqüente.
Torturam-me sem pena
No fim demorado cheia de duvida e incerteza.

Existência encruada...
Quem disse que o amor,
Nunca acabará?

Um sábia viu-me os olhos inundados de lagrimas
E começou a cantar tristemente,
Onde ali apenas cobria-me o sentido.
Onde aqui apenas não mais que por pena.
sergio carvalho
Enviado por sergio carvalho em 10/10/2007
Código do texto: T688363

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
sergio carvalho
Salvador - Bahia - Brasil, 31 anos
133 textos (6816 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 03:01)
sergio carvalho