Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DEIXA-ME CHORAR

Sim, eu sei que nunca fui, nem sou nada.
E, já nem posso de forma nenhuma querer ser.
Meu tempo passou e, me perdi nessa estrada,
Em busca do que não podia ter
Agora, pelo menos me deixa chorar.
Preciso chorar a saudade do que não foi
Essa esperança que perdi
O encanto que não se fez
A paz que jamais encontrarei
A montanha que é o grão de areia da vez
Sim, deixa-me chorar...
O mar que secou
Meu sonho que se tornou pesadelo
Esse sol que em total desvelo ficou negro
A desilusão de quem não tem saída
Sim, deixa-me chorar...
Pelo poema que nunca vou escrever
Pela música que não vou ouvir
Por esse sol que jamais irá me aquecer
E, por um sonho que não pude e, talvez nunca possa,
A não ser morrer com ele contido.
Deixa-me chorar...
Tânia Regina Voigt
Enviado por Tânia Regina Voigt em 12/10/2007
Reeditado em 11/04/2009
Código do texto: T690898

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome da autora). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tânia Regina Voigt
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil
1026 textos (48154 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 19:53)
Tânia Regina Voigt