Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sem Rima Sem Versos



SEM RIMA SEM VERSOS

Por mais que tente
que se aperte, invente,
é frio, é seco.

Por mais que busque
que procure que escute,
é pobre, é vento é só.

Por mais que corra
que grite socorro
é mudo, uma
nuvem, é pó.

Se aquieta se esconde
é cisco no olho
uma sombra,
uma rua, um beco
não sabe pra onde.

É janela fechada
menino chorando
mãos em abraços
nos ombros apertando.
                                   
Não fala, não canta.
Sem pranto,
nos olhos sem versos,
nos lábios sem rima.
Gilberto Chaves
Enviado por Gilberto Chaves em 15/10/2007
Código do texto: T695596

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gilberto Chaves
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 70 anos
243 textos (13805 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 19:30)
Gilberto Chaves