Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A tuberculosa

"Softly love and to love softly.
Dew on the sycamore branch.
By the creaking gate where my heart hurries
Afterwards through the path of wheat
Along the briar, to that stone,
Under which I lie."

Autor desconhecido

Tua frágil imagem sob a luz da janela
As finas hastes que tornaram-se teus braços
Mal suportam o peso do livro que tem em mãos.
Tuas vestes, brancas como tua pele de veias azuis
Murmuram levemente...
Teus lenços sujos de sangue repousam tua doença.
És um anjo repleto de chagas
Teus cabelos de ouro foram tocados pelas mãos do amor
Teus lábios selados pelo beijo da morte.
Os olhos azuis aguardam a partida
O zarpar do frágil barco do cais da vida
Ao naufrágio da eternidade.
Daniel Cavalcanti
Enviado por Daniel Cavalcanti em 23/10/2007
Código do texto: T707040

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Daniel Cavalcanti
Teresópolis - Rio de Janeiro - Brasil, 30 anos
125 textos (3490 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 19:56)
Daniel Cavalcanti