Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vazio

TÍTULO: VAZIO /1999

BATE UM VAZIO AVASSALADOR, UMA NOVA ANGÚSTIA
A FALTA DA OUTRA METADE, DO PEITO QUE ME DÁ PAZ,
A SOLIDÃO DO BEIJO AUSENTE, O OLHAR NOS OLHOS,
O BEIJO QUE ALIVIA, O QUENTE ABRAÇO.
AS MÃOS QUE APOIAM, QUE TOCAM MINHA SENSIBILIDADE,
AS PALAVRAS DE CARINHO, TUA COMPANHIA, NOSSO MOMENTO.

HOJE ACORDEI ASSIM, LONGE DE MIM, DO QUE REALMENTE SOU.
SENSÍVEL, CARENTE, NECESSITADO DO MEU PRÓPRIO ÍNTIMO,
PERDIDO E SUFOCADO, SUBMERSO NUM MAR DE LÁGRIMAS
QUE NÃO CONSEGUE ME AFOGAR, PORQUE O QUE SOBRA DENTRO DO MEU SER, AINDA É A INDESTRUTÍVEL CAMADA
DO LINDO E VERDADEIRO AMOR QUE ME ALIMENTA.

                                                                             DUDA GÓES


Duda Góes
Enviado por Duda Góes em 28/10/2007
Código do texto: T713130

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Duda Góes
Olinda - Pernambuco - Brasil, 53 anos
104 textos (1970 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 07:45)
Duda Góes