Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

resto de poesia

virar-se do avesso
vasculhar a alma
mergulhar profundamente
nas lembranças mais marcantes,
as mais tristes

aquelas reticências
que mancharam toda
a página em branco


procurar o fio do novelo,
a agulha na palheiro,
o labirinto sorvendo gente

procurar-se por entre palavras,
gestos e vestidos
encaixar-se nos sapatos

fazer doer toda existência
ter todas
bolhas, espinhas, furúnculos
febre, catarro, espirros
apnéia,
dispnéia


fugir do oxigênio óbvio da sobrevivência
e, no escafandro da sala
ver por um vidro
todo o tempo passar
envelhecer,
esvanecer as nuvens

céus menos azuis e
borrados de manhãs
mal raiadas

esse pesado kharma,
esse pecado todo
 quanto arrependimento,
 quanta culpa ,
e humilhação

tristeza e melancolia
me surram absurdamente

corro para o quarto,
meu resguardo.
meu cais sem porto
onde a balsa dos livros
permanece a arquejar soberba
mares de cadernos e lápis

todos se entreolhavam,
eu mesma apontava para
uma possível escapada

uma fuga imediata
um salitre,ou
uma dose de gim

o copo ainda seco
se recente do cheiro amargo,
as folhas secas das rosas
não marcavam saudades da primavera

mas as feridas do espinho,
mas a decepção do outono
a fruta que não amadureceu,
o filho que não nasceu,
a carta que não remeti.

despedi-me de tudo
subitamente,
do credo secreto
das lamparinas

e se fizeram trevas,
e se fizeram sombras
sobre o aveso e o reverso
sobre o côncavo e o convexo
sobre o absinto e o remédio

um copo dágua,
uma sede infinita
e mil desertos ainda por atravessar

vou vasculhar meus bolsos
alguma força
ainda deverá restar

ou o resto de ontem
servirá de poesia hoje.



Gisele Leite
Enviado por Gisele Leite em 04/11/2007
Código do texto: T722465
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Gisele Leite
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1630 textos (3700739 leituras)
33 áudios (5054 audições)
25 e-livros (142811 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 02:08)
Gisele Leite

Site do Escritor