Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto da tristeza

Éramos felizes, a vida,
Não trouxe mais alegria.
Jaz as passagens queridas,
que tínhamos no dia-a- dia.

A tristeza é inibida.
Mas, no pranto principia.
As nossas paixões vividas,
Afogaram-se em nostalgia,

Ó tristeza vil e rude,
Apague em mim, seu calor!
Na tua chegada, não pude,

Viver em um mar de primor.
Venha, mas, me ajude,
Encontrar o meu grande amor.
Valério Márcio
Enviado por Valério Márcio em 07/11/2007
Código do texto: T727020
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Valério Márcio
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
536 textos (45425 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 10:26)
Valério Márcio