Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PARA QUÊ TANTO AMOR?

Para quê tanto amor, tanto desejo
Se te amar eu não posso mais?
A vida me tirou esse direito
Quando, de mim, te levou.

Para quê sorrir, ter alegria
Se meu coração é só saudade?
Nem rezar ele me deixa
Fazendo-me esquecer a oração

Que alivia a dor da ausência
Deixando o corpo em dormência
Com forte dose de endorfina
Liberada pelas células cerebrais

Quando as lembranças acordam
Do sono da desesperança
Tomando conta do meu ser.
Fico sem saber o que fazer

Paralisada diante da janela
Olhando o sol descendo no mar,
Meu estafeta levando a missiva
Escrita com a pena do coração

Para te dizer, no minuto derradeiro
Do fim do dia e começo da noite,
Que a borracha do tempo não apagou
A história do nosso amor verdadeiro.
14/11/04.
Maria Hilda de Jesus Alão
Enviado por Maria Hilda de Jesus Alão em 21/03/2005
Código do texto: T7288

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Hilda de Jesus Alão
Santos - São Paulo - Brasil
848 textos (338986 leituras)
19 áudios (10566 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/16 07:28)
Maria Hilda de Jesus Alão