Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Atrás e dentro de mim

O sangue escorreu pelas minhas pernas
Como aquelas flores, aquelas rosas
Não, aquelas margaridas tingidas de vermelho
Tão belas margaridas escarlates
Sempre vivas, sempre
Escorrendo sem parar
Pelas minhas pernas
Por aquelas mãos como pedras
Como espinhos a me matar.

Meus olhos fechados não esquecerão
Aquelas preces, aquela canção
Aquela interminável canção
Que os anjos sussurravam para que eu não me matasse.

Apenas andei
Entre as margaridas vermelhas
E os anjos que permaneceram para me olhar
De costas, me olhavam de costas
Como todo anjo
Escorrendo em vermelho.
Daniel Cavalcanti
Enviado por Daniel Cavalcanti em 16/11/2007
Código do texto: T740157

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Daniel Cavalcanti
Teresópolis - Rio de Janeiro - Brasil, 30 anos
125 textos (3490 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 01:22)
Daniel Cavalcanti