Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O pequeno caçador esquecido...


Rosto sujo, cabelos desgrenhados,
roupas poucas tapando a pele escura,
pernas magras descobertas, apressadas,
levas nas mãos o sustento para a família.

 

Caminhas pela estrada de terra, empoeirada
colocando os pés descalços e nesse rosto,
vejo os teus olhos negros brilhando na solidão,
hoje serás rei e senhor na tua tenda...

 

Vejo o teu sorriso, iluminando esse teu rosto,
talvez escutes a doce voz de tua mãe,
dando um beijo, agradecendo a tua bênção
para poder dar as barrigas famintas de comida.

 

Pobre caçador, tu tão pequenino como caminhas
pelos vales e montanhas, rios procurando
esmagas os pés na terra empoeirada e seca,
nesse teu coração benzido pelo amor e sem cor

 

Coração que reluz no tempo da imensidão,
cuja a tua cor já te  marcou na nascença,
excluido pela distancia da civilização
onde jamais pegaras em livros e brinquedos
talvez a caça seja a tua melhor educação...

 
Betimartins
Enviado por Betimartins em 21/11/2007
Código do texto: T746733

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Betimartins
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
1675 textos (97730 leituras)
9 áudios (899 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 13:12)
Betimartins