Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto Fúnebre nº 1 ou A Canção do Mundo Tártaro

Descarta de teu sangue
este podre excremento
ou tua mente sente falta
de discernimento?

Sonhas em voar alto
sobrevoando os pútridos seres,
cinocéfalos que pairam em tua mente sombria
e 'inda mais sombria ao ler esses dizeres

Pega tua adaga e voa como águia
sai cortando e dilacerando
estes meros filhos da mãe-gáia

Há de um dia chegar
um homem a profetizar
e a terra há de começar a se arruinar.
Stalker
Enviado por Stalker em 22/11/2005
Reeditado em 22/11/2005
Código do texto: T75066
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Stalker
Salvador - Bahia - Brasil, 116 anos
46 textos (5134 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 06:14)
Stalker