Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto Apenas Soneto

Sirvo agora ao deus da tristeza
Sirvo agora ao deus da ausência
Não passo de nada além de um morto
Um morto-vivo sem seu amor

Mas como seria grandiosa a vida com você
Se você pudesse voltar
Se você pudesse ser minha
Ah! Que vida traria para mim

Estou farto dessa vida sem você
Já chega, não consigo segurar meu coração
Preciso de você por amor ou por puro tesão

Acabarei com essa tristeza
Essa maldita emoção
Não, não vou viver com essa maldição
Anjo Enfermeiro
Enviado por Anjo Enfermeiro em 24/11/2007
Código do texto: T750691
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Anjo Enfermeiro
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 35 anos
198 textos (6738 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 08:55)
Anjo Enfermeiro