Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HARAKIRI

"Nesse dia tão lindo e 'feliz', uma caminhada pelo parque, o sol penetra a cortina do quarto... e eu apenas cometo harakiri..."

Os raios de sol da manhã, dançando,
Calmamente penetram-se entre a cortina da sala,
E refletem-se sobre o azuleijo branco, um pouco manchado
E na parede se transforma, de luz à imagem,
Meu rosto calado...não entendo a mensagem
Nas fotos da parede do quarto,
Falsas lembranças... já estou farto...
E novamente o sol insiste em entrar pelos vãos da cortina,
Iluminando o copo d'água, e os comprimidos de fluoxetina....

A brisa transita pela casa toda
Faz bater as portas, tranca a solidão aqui dentro,
Derruba as cartas que estavam na mesa,
E as espalham por todo o chão da sala
Nesse instante.... até a dor se cala e exala...
Uma cor indiferente que abala...
Um odor marcante de pós-genocídio...
Da guerra, onde os guerreiros cometem suicídio
Destroem as memórias, aqui mesmo... em si
Aqui...
Num dia tão lindo eles cometem harakiri.
Andrey Teixeira
Enviado por Andrey Teixeira em 24/11/2007
Reeditado em 16/06/2009
Código do texto: T751024

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Andrey Teixeira
Ilha Solteira - São Paulo - Brasil, 29 anos
107 textos (7022 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 15:04)
Andrey Teixeira