Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Triste Madrugada

Triste madrugada...
Enquanto a cidade dorme, eu estou aqui,
Em minha companhia à solidão,

O pensamento povoado de lembranças...
A saudade teima em torturar...
Queria poder me livrar dessa dor...

No corpo um desejo enorme, de tê-lo, aqui em meus lençóis,
Na pele uma vontade de tocar a sua...
E a boca chama por você.
 
Olho para o céu, e tento, de alguma forma arrancar forças, para continuar vivendo,
Vejo o brilho das estrelas, que me lembram os seus olhos...
Olhos que na verdade, nunca consegui esquecer.

Lembro que algum dia, em algum lugar, alguém me falou
“Enquanto houver esperanças, lute por ele"
Agora eu olho pra o que restou de mim, e me pergunto,
Esperanças? Lutar?

Eu nem sei mais o que isso significa.
Triste madrugada pois os meus pensamentos giram em torno de alguém que não me pertence.

Triste madrugada, tenho medo do amanhecer,
Medo de mais um dia sem você.
Aryana
Enviado por Aryana em 25/11/2005
Reeditado em 12/12/2005
Código do texto: T76038
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aryana
Salvador - Bahia - Brasil, 32 anos
30 textos (53280 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:20)