Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mar de um coração triste

Ondas tristes e dispersas
Beijam o meu solitário coração
Um vento frio
Gela o meu corpo
Minha alma nua
Ao mar negro se entregou
Ainda não compreendi
De onde vem essa onda de tristeza
Dentro de mim
A noite está nua
O céu sem estrela sem lua
Minha vida
Sempre me mantendo triste
E eu sem saber bem o porquê.
Minha vida sem luz, sem lua.
Sigo a prosseguir
Meu coração é  uma estrada nua
Que leva ate as trevas de minha alma
Onde se encontra um mar de incertezas
Onde navega minhas magoas.
Diogo Maran
Enviado por Diogo Maran em 03/12/2007
Código do texto: T762493
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Diogo Maran
Rio das Ostras - Rio de Janeiro - Brasil, 28 anos
84 textos (3480 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 07:02)
Diogo Maran