Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Noites que não tenho dormido
noites, que o tempo não correu,
lembrança, que tem me corroído,
não aceito o que me aconteceu,
não suporto me sentir vencido,
foi embora, o que sempre foi meu...

Sem dormir, pergunto-me agora,
resposta que não consigo encontrar,
eu sei, que minha alma chora,
deve ser triste o meu olhar,
ela me disse que queria ir embora,
foi mesmo, não consigo acreditar...

Valente saudade que nunca amansa,
saudade que a noite mata e devora,
dor terrivel de uma lembrança,
para se livrar, minha alma implora,
e de recorda-la nunca se cansa,
da linda mulher, da bela Aurora!

Uma triste página na minha vida,
estou sofrendo e sou inocente,
pois nunca um dia foi traída,
pecado, que não tenho na mente,
Deus que te acompanhe, minha querida,
que minha ausência te faça contente...
GIL DE OLIVE
Enviado por GIL DE OLIVE em 07/12/2007
Código do texto: T768594
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
GIL DE OLIVE
Campos do Jordão - São Paulo - Brasil
2597 textos (229974 leituras)
31 e-livros (2314 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/08/17 02:42)
GIL DE OLIVE