Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

INFELIZMENTE, MAIS UM ADEUS

Simplesmente é mais um jovem,
sentenciado nas vielas de uma triste despedida.
Foi-se para o mundo do silêncio
e não se sabe qual foi diante da morte
a sua última expectativa.

Nem como reagiu no momento
perante os cortes.
Se houve previsões,
visões em seu projeto de gente.
O que sonhou um dia antes,
o que pensou
e o que fez?
Fora morto muito jovem
e visualizado, como mais um indigente.

Amanhã será apenas mais um,
nas páginas policiais de qualquer jornal.
Um que não ouviu os pais,
que fez pouco caso da paz,
e que também não aprendeu a ser na vida capaz.
Capaz de fechar sua própria porta...
dizendo um não pra drogas.

Apenas,
sua família o lembrará.
Como um filho desnaturado,
que deixou corações arrasados,
sem ao menos se importar,
com as responsabilidades em suas ações.

Tudo o que se sabe
é que não fora o primeiro,
nem o ultimo será.
Nesta opção,
haverá muitos herdeiros
para a morte carregar.

           
Fim desta, Cristina Maria O. S. S. - Akeza.
15/05/2005. 13 h: 40
Akeza
Enviado por Akeza em 11/12/2005
Reeditado em 12/03/2015
Código do texto: T84074
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Akeza
Canavieiras - Bahia - Brasil, 55 anos
2367 textos (403204 leituras)
59 áudios (108005 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:50)
Akeza